Pesquisar

quarta-feira, 22 de março de 2017

Técnicas de motivação para estudar (Mais Bônus)


por  


Hoje vou te ensinar várias técnicas de motivação para estudar mesmo naqueles dias que você está mais desanimado. Reuni para esse texto somente as melhores técnicas. As mais infalíveis no caso de desânimo e desmotivação com os estudos. Ao final tem um bônus para te ajudar a se motivar em casos específicos.

Esse artigo é continuação do artigo sobre como ter motivação para estudar, nele eu ensinei as bases fundamentais da motivação, como criar objetivos e metas para te manter sempre motivado. (Se você não leu, recomendo que leia primeiro o artigo sobre como ter motivação para estudar) Mas há sempre aqueles dias que você precisa de uma dose a mais de energia, em dias como esse você pode aplicar uma dessa técnicas.
Você que já acompanha o site sabe que estou sempre recomendando para estudar todos os dias 15 ou 20 minutos, mas para que o estudo seja eficaz é preciso ser feito com concentração e motivação, as técnicas que você vai aprender vão te ajudar a completar sua meta diária.

Porque você deve estar sempre motivado para estudar?

Como já mencionei no texto sobre o aprendizado ativo, você aprende melhor quando está envolvido com seus estudos. Não adianta você estudar 1 hora por dia com desanimo e desatenção, pior, estudar mandando mensagens ou assistindo televisão.
Quando você estuda desmotivado, você não aprende nada, é a mesma coisa que não estudar. Para que você aprenda é preciso estar presente e concentrado em seus estudos. Essas técnicas que você vai aprender são para momentos de desanimo. Com elas você vai ter mais energia e conseguir se concentrar para estudar de verdade.
Você pode usar qualquer uma dessas técnicas isoladas ou mais de uma juntas, depende do seu desanimo e do quanto você precisa de uma carga de motivação, o importante é se lembrar de usar sempre que o desanimo bater.

Técnica #01 – Recompensa pelo esforço.

recompensa-motivacao-estudarJá havia mencionado sobre essa técnica no artigo sobre motivação para estudar. Mas vou incluí-la aqui também porque ela pode ser utilizada de diversas maneiras. Primeiro você precisa compreender porque essa técnica funciona.
Nosso cérebro procura o prazer e foge da dor, quando você estimula a ter uma recompensa sempre que termina um desafio (por exemplo, estudar) você cria um hábito, com isso seu aprendizado se torna constante. A motivação acontece quando você escolhe uma recompensa e determina que só vai recebê-la quando terminar seus estudos.
Você deve manter a regra muito esforço = grande recompensa ou pouco esforço = pequena recompensa. Quem determina o esforço e a recompensa é você, por isso muito cuidado para não se sabotar. Também se lembre de receber a recompensa somente quando terminar corretamente a meta que você se estipulou, não minta para si mesmo, vou repetir cuidado para não se sabotar, quem perde com isso é só você.
Minha recomendação é que você escolha algo que te motive a terminar seus estudos. Pense bem sobre sua recompensa, deve ser algo que te deixe muito motivado a terminar uma sessão de estudos. Ao receber sua recompensa não pense em mais nada, apenas aproveite o momento e fique feliz. Seu cérebro vai associar que o um esforço é sempre recompensado, com isso seus estudos ficarão mais fáceis.
Acredita que não conseguirá completar as metas sozinho? Então peça para um amigo, parente, conhecido ou qualquer pessoa te ajudar. Você pode pedir para ele verificar se você completou corretamente seus estudos e só entregar sua recompensa quando terminar corretamente.
Colocando em prática a técnica da recompensa pelo esforço:
  1. Estabeleça suas metas. Sua meta deve ser muito específica, por exemplo, estudar português, classes gramaticais, na apostila ler as paginas 25 a 35 e responder 5 questões sobre o tema. Viu? Bem específico. Você pode ter mais de uma meta por dia. Mas você deve se recompensar assim que terminar cada uma.
  2. Estabeleça sua recompensa para cada meta, lembrando que muito esforço requer uma grande recompensa e pouco esforço requer uma recompensa menor, seja coerente. Determine um tempo para aproveitar a recompensa, afinal você precisa voltar a estudar.

Técnica #02 – Dividir para conquistar.

dividir-materia-estudarDivide et impera do latim, é uma frase muitas vezes associada a Julio César. Quer dizer que para um exercito derrotar o inimigo ele deve dividir seus territórios e conquistar por partes. Em seu caso o inimigo será seu material de estudos que você terá que dividir para conquistá-lo. (Usei a palavra inimigo só para causar um efeito na oração, não enxergue seu material de estudos como algo ruim 🙂 )
Uma das coisas que mais desanimam os estudantes é quando eles pegam um livro ou apostila de 900 páginas para estudar, eles automaticamente pensam “vou ter que ler tudo isso?” Esse pensamento custa caro, se o seu cérebro falasse com você ele certamente diria “Acho melhor largar mão desse livro e ir ver o que tá rolando na internet”.
Ao nos depararmos com alguma atividade que consideramos difícil nossa primeira reação é travar, como resultado surge a desmotivação. Essa técnica é o passo inicial para você começar a estudar e não enxergar obstáculos, mas sim possibilidades.Você vai utilizá-la sempre que se deparar com um desafio grande.
Colocando em prática a técnica de dividir e conquistar:
  1. A primeira coisa que você tem que fazer ao se deparar com um conteúdo muito extenso é se perguntar: “Qual a menor ação que posso fazer e que vai me ajudar a completar essa tarefa?”.
  2. Depois divida a tarefa pelos próximos dias, Se você tiver um livro de 600 páginas comece com10 páginas por dia, se você tem 80 horas de curso para assistir, assista 1 hora e meia por dia. Você estará seguindo em frente não importa o tamanho da tarefa você logo a completará.

Técnica #03 – Ação instantânea

A mente é muito confusa, e às vezes ela mais atrapalha do que ajuda. Quando você decide estudar sua mente começa a lembrá-lo da pia suja, do seu quarto desarrumado, do tanto de livros que você precisa ler, enfim, são vários os motivos que surgem em sua mente para que você continue onde está. Isso gera em você um sentimento de desmotivação, preguiça, frustração, etc.
Outro problema está na quantidade de atrativos que existe na vida atualmente, é muito melhor ficar sentado assistindo sua série favorita, navegando na internet, jogando no celular do que estudando. São em momentos como esse que uma tomada de ação rápida pode te aliviar e colocá-lo em movimento.
Começar a agir alivia sua mente de qualquer tipo de pensamento negativo. Em vez de perder tempo se preocupando, criando obstáculos ou pensando no quanto precisa estudar, simplesmente comece. As horas passarão mais rápido e você estará desde já estará criando o hábito de estudar, posteriormente você conseguirá estudar com mais frequência e por mais tempo.
Para que essa tática funcione corretamente você não pode pensar em separar material, dividir páginas ou escolher o tema. Pegue um livro qualquer e comece a ler, não importa o que é e nem qual o assunto, apenas comece em um tópico1.Leia com atenção se concentre, tente compreender o assunto, permaneça assim por um tempo determinado. Prefira livro ao invés de vídeo ou áudio, pois o computador pode te tirar do foco.
Colocando em prática a técnica da Ação instantânea.
  1. Pegue um livro e se force a estudar por 15 a 20 minutos, a partir de agora.
  2. Não pense sobre a matéria ou se está estudando certo, apenas estude e se concentre.
  3. Não permita distrações, não atenda o celular e fique longe do computador.

Técnica #04 – Dopaminando o desânimo

“A dopamina, atua, especialmente, no controle do movimento, memória, e sensação do prazer.”
Isso mesmo a Dopamina é um neurotransmissor que é liberado quando uma atividade proporciona experiências agradáveis. O problema é que quando você pensa em fazer alguma atividade chata, seu cérebro se fecha completamente para a liberação de dopamina, gerando a desmotivação.
Quando você vê os estudos como uma obrigação ou atividade chata, você se fecha para receber a dose de Dopamina. O que você precisa fazer é aprender a ver os estudos como algo bom e estimular a produção de Dopamina em seu cérebro.

E como fazer para liberar a Dopamina?

musica-motivacao-estudarUma das atividades que mais ajudam na liberação de dopamina é escutar uma ótima música. Música e prazer estão associados. Eu particularmente utilizo muito essa técnica para momentos de desânimo e tenho resultados fantásticos. É bem simples e ajuda muito.
Essa técnica é para liberar Dopamina em seu cérebro para que você tenha animo para estudar, não é para escutar música enquanto estuda. Para aprender a estudar escutando musica você deve ler o artigo que logo vou postar ensinando como obter melhores resultados com os estudos escutando música.
Sempre tenha pronto em seu celular, ipod ou mp3 player uma playlist com músicas para ter energia, você pode chamar sua playlist como quiser, a minha eu chamo de “energia”. Separe somente as músicas que mais te anima e alegra, aquelas que quando você escuta tem vontade de correr ou dançar. Coloque todas em sua playlist.
Todas as vezes que você sentir um desanimo, simplesmente coloque sua playlist para tocar. Manter a mesma sequencia das músicas ajuda seu cérebro a associá-las com motivação, criando um hábito. Você pode colocar mais músicas em sua playlist, mas mantenha a ordem sempre igual.

playlist-motivacao-estudar
Aqui um exemplo de uma playlist que tenho no meu iPod. 😉


Colocando em prática a técnica Dopaminando o desanimo.
  1. Organize suas músicas preferidas em uma playlist no seu celular, ipod ou mp3, separe as músicas que te deixam mais animado, que dão uma vontade de dançar sozinho ou sair correndo. Deixe seu celular ou ipod sempre próximo para que você consiga pegá-lo rápido.
  2. Sentiu que está desanimado? Coloque para tocar sua playlist na mesma hora, fique em pé e sinta a música deixar você mais animado, ficou com vontade de dançar? Dance, não tenha vergonha, escolha um lugar reservado e deixe a energia te contagiar.
  3. Faça isso por pelo menos 10 minutos, enquanto escuta sua música você pode ir pegando um livro, separando os materiais. Sentiu que está animado? Parta logo para os estudos. Sua animação vai te ajudar a aprender melhor e se concentrar.

Técnica #05 – Entediando-se

desmotivado-estudarO que você vai aprender agora funciona melhor para pessoas que sempre estão fazendo alguma coisa, escrevendo, tocando um violão, desenhando. Qualquer coisa menos ficar parado, para pessoas assim a pior coisa é ficar parado sem fazer nada.
Vou te explicar para que você entenda melhor. Muitas vezes você está desanimado para estudar, mas acaba fazendo outras coisas como, jogar no celular, navegar na internet, assistir um filme, qualquer coisa menos estudar. Isso acontece porque normalmente ninguém gosta de ficar parado sem fazer nada, é um tédio.
Essa técnica é para você não deixar seu cérebro fazer algo que gosta, como assistir uma série ao invés de estudar. Você deverá ser firme e falar a si mesmo “ou eu começo a estudar agora ou vou ficar aqui parado olhando para essa parede”. Se você dormir, ótimo, significa que você está cansado e isso vai te fazer bem, mas se você tiver com muita energia, logo você vai ficar entediado, e o que sobrará é você começar a estudar.
Você está informando seu cérebro que estudar é melhor do que ficar parado, lembra da dopamina? Eu sei que lendo isso agora você pode pensar “Nossa, será que isso dá certo?” Experimente. Eu mesmo até hoje tenho resultados fantásticos com essa técnica. Ou eu durmo ou eu começo uma pequena meditação que me anima muito, ou eu começo logo a estudar.
Colocando em prática a técnica entediando-se
  1. Precisa estudar e está desanimado? Então fique longe da televisão, celular e computador, sente no sofá e fique olhando sua parede ou para algum ponto longe de tudo, fique simplesmente parado.
  2. Se ficar com sono durma, significa que você está cansado e precisa recuperar energias. Se começar a ficar entediado, não pegue celular e nem escute música, fique quieto sem fazer nada, comece a pensar que estudar é melhor que ficar ali.
  3. Quando não suportar mais o tédio, pegue o livro e comece a estudar sem parar por 10 a 20 minutos.

Dicas Bônus: Motivação para estudar em casos especiais.

A partir desse ponto vou responder algumas dúvidas sobre motivação que muitas pessoas têm. Motivação para estudar e trabalhar, concursos, matérias chatas. Essas respostas são pequenos guias práticos para quem está precisando de motivação agora.
O que você lerá aqui tem um efeito maior quando associadas a boas metas e objetivos, conforme descrevi no artigo anterior onde ensino a ter motivação para estudar com metas e objetivos.

#01 – Como ter motivação para estudar para concurso.

O mais importante para você se motivar para estudar para um concurso é saber o porquê você está fazendo isso. É para agradar sua família? É para ganhar mais? É para sair de casa? Ter isso claro em sua mente é a principal motivação.
Uma das coisas que aprendi nesses últimos anos de estudos e trabalho é que nada pode ser feito buscando apenas remuneração, ou agradar outra pessoa. Quando você busca apenas o dinheiro você não consegue se dedicar, o mesmo vale para agradar sua família ou outro motivo negativo.
Faça uma reflexão a respeito dos seus motivos, pense o quão importante você se dedicar e passar em concurso.
Dica prática
  • Se você ainda não leu o artigo anterior sobre motivação recomendo que leia agora. Nele explico sobre metas positivas e negativas, e como desenvolver objetivos específicos.
  • Se você já tem seus objetivos definidos. Todas as vezes que estiver desanimado para estudar pare um tempo, escolha um lugar isolado e faça uma pequena reflexão. Escute uma música relaxante em seu fone, visualize por um momento você completando seu objetivo e assumindo o cargo que deseja, pense que para atingir esse objetivo é necessário esforço, permaneça com essa mentalidade por 10 minutos, e após isso comece a estudar.

#02 – Como ter motivação para estudar na faculdade.

Muitos estudantes se desanimam com a quantidade de leituras exigidas na faculdade. Em um primeiro momento isso pode desanimar muito. Mas nesses casos eu sempre usei a tática #02 dividir para conquistar. Eu dividia as cópias ou livros em pequenos fragmentos para que eu pudesse ler no decorrer da semana, e as levava sempre comigo, seja no trabalho ou em algum local que sobraria um tempo para leitura. Isso me ajudou sempre a ler todos os textos exigidos.
O mínimo que você deve fazer ao entrar em uma faculdade é manter o hábito da leitura. Se você quer se formar para aprender de verdade, terá que desenvolver o hábito da leitura. Caso queira apenas se formar para pegar seu diploma sem intenção de aprender nada, então receio que esse texto não é para você. Não é necessário você ficar lendo 8 horas por dia. 20 ou 30 minutos de leitura concentrada por dia você obtém ótimos resultados. Para desenvolver o hábito de leitura leia todos os dias.
O que mais aprendi sobre estar na faculdade é que, você só está motivado se você gosta do seu curso. Eu sempre escutava colegas dizerem que não liam os textos, pois eram chatos, na maioria das vezes eu sempre gostava dos textos, isso porque eu gostava do meu curso. Você não precisa gostar de todas as disciplinas da grade, mas tem que ter certeza que você está fazendo aquilo porque gosta.
Se o seu curso não te agrada, troque. Nunca é tarde para escolher o que você realmente quer. Mas se você gosta do que está fazendo e mesmo assim está desanimado, então pode ser o cansaço que está te atrapalhando, sobre isso eu vou explicar melhor no próximo tópico.

#03 – Como ter motivação para estudar e trabalhar.

Vou dividir esse tópico em duas partes, pois existem as pessoas que trabalham e estudam para concursos e as que trabalham e estão na faculdade.

Trabalhar e estudar na faculdade.

Passei os 4 primeiros semestres do meu curso trabalhando 46 horas semanais e estudando a noite, isso me matava, eu dormia nas aulas a maioria das vezes, mas precisava trabalhar. Tive muito desanimo e frustração, eu não queria apenas pegar meu diploma, eu queria também aprender, me dedicar, afinal eu sempre gostei de aprender e estudar. Teria que tomar uma decisão.
Decidi que precisava trocar de emprego, se continuasse daquele jeito eu não conseguiria me formar com qualidade. Eu acreditava que se trabalhasse 30 horas semanais teria tempo suficiente para estudar e descansar. Foi então que pedi minha demissão e procurei por estágios, até que passei em uma prova para ser estagiário do TRE/MS. Parece radical? Fiz isso porque em minha mente estava claro, eu queria me formar e exercer a profissão para qual estava estudando, no meu caso professor.
Você precisa decidir o que é prioridade em sua vida. A pergunta que você deve se fazer nesse exato momento é:
O que é prioridade para mim?
Gosta do seu trabalho? Visualiza-se trabalhando nele por mais 5 ou 10 anos? Há possibilidades de crescer em seu trabalho sem terminar a faculdade? Só quando você definir suas prioridades conseguirá ter animo para seguir em frente e fazer suas escolhas sem medo. Se o seu trabalho é mais importante sugiro você se dedicar a ele, se cursar a faculdade é mais importante, então você deve fazer suas escolhas.
Eu nunca me arrependi de sair do meu emprego e ganhar menos trabalhando 6 horas por dia, pois eu sabia o que queria fazer. Terminar meu curso e ser professor. E eu não larguei meu emprego por que tinha alguém para me sustentar, pelo contrário desde meus 18 anos eu era o único a sustentar minha casa. Você tem que ter suas prioridades, coragem para manter sua decisão e visão de um futuro melhor, onde você quer chegar? Reflita.

Trabalhar e estudar para concursos.

Geralmente quem trabalha e estuda para concursos não pode se dar ao luxo de trabalhar menos ou pedir demissão. O trabalho cansativo e estressante muitas vezes desanima as pessoas a estudarem. O que recomendo nesses casos é manter um ritual de motivação.
Siga as técnicas de motivação para concursos que passei acima. Você também pode montar um grupo de estudos para te animar. Muitas pessoas desanimam porque precisam estudar sozinhos, juntar-se a amigos ou familiares com o mesmo ideal positivo é uma forma de manter-se energizado, o grupo ideal é aquele onde sempre tem um que motiva o outro.
Uma dica importante é deixar um material de estudo por perto. Logo que você chegar do trabalho a noite mantenha uma rotina, tome um banho, jante (não coma algo pesado, pois atrapalha os estudos) depois se dirija ao seu local de estudos e estude por um tempo determinado. Mantenha essa rotina para se tornar um hábito.

#04 – Como ter motivação para estudar para o ENEM ou vestibular.

A maioria dos estudantes de ENEM estão terminando o ensino médio. Se você não está em nenhum cursinho é melhor aproveitar o tempo livre após a escola. Se você for estudar sozinho recomendo usar algumas das técnicas de estudos que mencionei acima, mas o ideal nessa fase é montar um grupo de estudos, chame seus amigos e estude de verdade.
Faça um grupo privado no facebook ou whatsapp e estude com eles, faça com que esse grupo seja só para assuntos relacionados ao ENEM. Marque encontros semanais com o grupo para manter-se motivado e estudando, quanto mais se dedicar agora, mais fácil será conseguir uma boa nota no ENEM.

#05 – Como ter motivação para estudar temas e matérias chatas.

motivacao-estudar-materia-chataEu já mencionei em artigos anteriores que ao decidir que uma matéria é chata você tem poucas chances de aprender melhor.Portanto a primeira coisa para se motivar a aprendê-la é ver essa matéria de forma neutra, nem chata nem legal, apenas mais uma matéria para aprender.
Eu poderia dizer para você ver essa matéria como boa, ou para a aprender somente matérias que gosta, mas há momentos que você vai ter que se dedicar em algo que você considera chato para conseguir o que deseja. Siga essas técnicas que vão te ajudar a estudar as “matérias chatas”.

É chato ou difícil?

Essa é a primeira pergunta a ser feita, muitas pessoas veem uma matéria difícil como chata. Não é porque você sente um pouco mais de dificuldade de compreender a matéria que ela é chata. Antes de definir algo como chato, tente compreende-lo primeiro.
Matérias com grande número de informações como, leis, contabilidade, biologia, história, algumas vezes exigem que você as decore (decoreba), por isso são consideradas chatas e entediantes. O ideal em casos como este é você começar a ligar essas matérias a coisas relevantes em sua vida ou a histórias reais.
As leis ficam mais fácil quando você analisa casos reais ligados a ela. Por exemplo, a Lei 8.429/92 – Lei de Improbidade Administrativa, se você fizer uma busca rápida na internet com o os termos “acusado Lei 8.429/92” você encontra na primeira página o caso de um ex-prefeito acusado de doação irregular e que foi absolvido. Existem muitas outras técnicas, mas essa já é o suficiente para te motivar a começar a estudar agora.

Tornando a matéria interessante para estudar.

Acredito que a maior motivação vem quando você transforma uma matéria chata em interessante. Em um primeiro momento isso pode parecer impossível, mas acredite, eu comecei a gostar de matérias que nunca pensei que gostaria. E a melhor maneira de você conseguir é encontrando a utilidade para aquela matéria.
Eu nunca gostei das ciências exatas, mas de uns tempos pra cá aprendi a gostar de estatística e matemática financeira, tudo porque a vinculei a um assunto que me interessava. O que eu fiz foi simples, eu sou um estudante de história, eu amo história, então eu passei a procurar a história da matemática, grandes matemáticos e suas teorias. Comecei a compreender a matemática e isso só aconteceu por conta de uma mudança:
“Eu comecei a enxergar aquela matéria chata como interessante.”
A partir desse momento consegui fazer cálculos que nem pensaria em fazer, comecei a ver vídeos de matemáticos e como eles realizavam suas contas. Eu não virei nenhum expert, mas desenvolvi um gosto por algo que jamais achei que gostaria. Experimente vincular um assunto chato a algo que você goste, faça pesquisas na internet, você vai aprender muito mais quando fizer isso.

Conclusão

Espero que esse artigo seja seu guia fundamental para se manter motivado e continuar estudando. Motivação é algo muito subjetivo, por isso é necessário que você pense a respeito do que te motiva a continuar estudando, isso tem que ficar muito claro em sua mente.
Anote essas técnicas para você se lembrar. O desanimo é o pior inimigo de um estudante, seus resultados começam a minguar quando você não está motivado.
Próximos passos
  1. Escolha uma técnica e a aplique. Escolha só uma, teste ela por uns dias e veja se consegue resultados. Se não der certo troque, se der certo mantenha. Em time que está vencendo, não se mexe.
  2. Deixe um comentário, pode ser uma técnica de motivação que você quer compartilhar ou uma sugestão. O importante é que você participe.
Obrigado pela visita e navegue no site para ler mais artigos interessantes.
Ah! Lembre-se de clicar abaixo e indicar para um amigo. 🙂
Abraços.

Fonte: http://estudareaprender.com/tecnicas-de-motivacao-para-estudar/